Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem são os deputados estaduais que mais gastam seu dinheiro

Os deputados estaduais brasileiros gastam demais, têm muitos funcionários e, em alguns casos, têm salário acima do permitido – tudo pago com o seu dinheiro. A conclusão é de um relatório da ONG Transparência Brasil divulgado esta semana.
Segundo o estudo, deputados de ao menos cinco estados ganham mais do que o teto permitido, que é de R$ 25.322. Para burlar esse limite, eles recebem gratificações quando presidem comissões na Casa ou quando fazem parte da mesa diretora.
A Transparência Brasil descobriu também que muitos deputados estaduais têm direito a verbas indenizatórias “astronômicas”. Esse dinheiro é usado para gastos como escritório, passagens aéreas e aluguel de veículos.
Na Câmara dos Deputados em Brasília, o teto da verba indenizatória varia entre R$ 30 mil e R$ 45 mil, dependendo do estado de origem do parlamentar. Nas Assembleias estaduais, porém, há limites de até R$ 65 mil, como é o caso do Mato Grosso.
Detalhe: diferente dos federais, os deputados estaduais trabalham em seu próprio estado de origem e não têm a necessidade de viajar longas distâncias toda semana.Outro ponto de desperdício é a verba de gabinete – dinheiro destinado à contratação de assessores para o parlamentar. Os deputados federais em Brasília têm um teto de R$ 92 mil, para contratar 25 pessoas.
Pois nos estados há valores bem maiores. No Distrito Federal, por exemplo, a verba de gabinete é de impressionantes R$ 173,2 mil, quase o dobro da verba disponível para os deputados federais. Esse montante faz com que os deputados estaduais do Distrito Federal sejam os mais caros do país, de acordo com o levantamento.
Três estados não entraram no estudo, pois não disponibilizaram os dados necessários: Acre, Maranhão e Sergipe. Outros aparecem apenas com parte das informações, como o Amapá (que não mostra a verba de gabinete de seus deputados).
Clique nas fotos e veja quanto o seu estado gasta com deputados estaduais, e em quais locais as verbas são maiores do que as dos parlamentares federais. Vale lembrar que tudo isso é pago por você.

Enem 2015 já recebeu 5,8 milhões de inscrições


Balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) informa que, até as 10h de hoje (4), 5,8 milhões de estudantes fizeram a inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo de inscrições termina amanhã (5), às 23h59 (no horário de Brasília). As provas serão nos dias 24 e 25 de outubro em mais de 1,7 mil cidades. As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Enem. Amanhã também é a data limite para fazer qualquer alteração nos dados cadastrais.

É na hora da inscrição que os participantes podem solicitar atendimento especializado ou específico. O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, deficit de atenção, autismo, discalculia (alteração neurológica que dificulta a aprendizagem de números) ou com outra condição especial.

Já o atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas – pessoas que, por convicção religiosa, guardam o sábado. Após fazer a inscrição, participantes transexuais e travestis podem pedir o uso do nome social, também pela internet, entre os dias 15 e 26 de junho.

Neste ano, para fazer a inscrição, o participante deverá ter um e-mail próprio. O sistema não aceitará a inscrição de mais de um candidato com o mesmo endereço eletrônico. O participante deve informar e-mail e números de telefone atualizados pois será por esses canais que receberá informações sobre as provas. O exame custará R$ 63, que deverão ser pagos até o dia 10 de junho.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão concluindo o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Não importa a idade nem o ano do término do curso. Estudantes que não terminarão o ensino médio este ano podem participar como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior.

Para ajudar os candidatos a se prepararem para o Enem, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) preparou o aplicativo Questões Enem que reúne todas as questões desde a edição de 2009. No sistema é possível escolher quais áreas do conhecimento se quer estudar. O acesso é gratuito.

Resultado do Enem 2014 será divulgado na próxima terça-feira

A nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 será divulgada na próxima terça-feira (13) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), de acordo com o Ministério da Educação (MEC).  Para acessar o resultado, o estudante precisará do número de inscrição ou CPF e da senha criada na hora da inscrição.
Os estudantes já podem conferir o gabarito das provas desde o ano passado. A nota, no entanto, não considera apenas a contagem de acertos e erros. A correção é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que grande número dos candidatos acertaram será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.
A nota do Enem poderá ser usada para participar do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), cujas inscrições poderão ser feitas de 19 a 22 de janeiro e do Programa Universidade para Todos (ProUni), com inscrições de 26 a 29 de janeiro. Além disso, o exame é usado para certificar o ensino médio, obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para participar do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras.

Em 2014, mais de 6,2 milhões de estudantes fizeram o exame nos dias 8 e 9 de novembro em mais de 1,7 mil cidades.

Inep divulga gabarito oficial do Enem

Os mais de 200 mil inscritos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio no Rio Grande do Norte já podem conferir o gabarito oficial. O Ministério da Educação (MEC) divulgou na manhã desta quarta-feira (12) a relação das respostas dos oito cadernos de questões. 
Os resultados individuais da avaliação, segundo o Inep, serão disponibilizados em janeiro, mediante inserção do número de inscrição ou CPF e senha do candidato. As provas foram aplicadas no fim de semana em 1,7 mil cidades brasileiras. Mais de 8,7 milhões de pessoas se inscreveram para o exame.
Segundo levantamento do MEC, 1.519 inscritos foram eliminados do processo por motivos diversos. A principal causa foi o uso indevido do celular, que tirou 236 candidatos do exame.

Já os alunos que ficaram sem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), domingo (9), no Centro de Educação Profissional e Ambiental Escola das Dunas, no distrito de Pitangui, em Extremoz, ainda não têm uma previsão sobre a reaplicação da prova. O assunto deve ser discutido até o fim desta semana.
Confira os gabaritos:

- Sábado, dia 8/11/2014     
CADERNO 1 - AZUL     
CADERNO 2 - AMARELO     
CADERNO 3 - BRANCO     
CADERNO 4 - ROSA     

- Domingo, dia 9/11/2014
CADERNO 5 - AMARELO
CADERNO 6 - CINZA
CADERNO 7 - AZUL
CADERNO 8 - ROSA